ESCRITORES

ESCRITORES

Oxalá - Orixás do Dique do Tororó - Salvador

Oxalá
Por Célia Cerqueira, Oxalá - Orixás do Dique do Tororó - Salvador
Esculturas de Tati Moreno

Representa Senhor do Bonfim, é o Deus da Criação. Seu dia é sexta-feira. Oxalá é o fim da vida, é o momento de partir em paz, com a certeza do dever cumprido. Ele é o pai, é a morte, ou melhor dizendo, é o princípio do fim da vida. Mas Oxalá também tem outras atribuições na Natureza. É ele que vai proporcionar a paz entre os homens; é ele que vai trazer o entendimento, a compreensão, o sossego, a fraternidade, não somente entre os homens, mas também em sua relação com outras forças da natureza, pois é comum nas Casas de Santo oferecer comidas e flores, para que Oxalá venha apaziguar uma situação de conflito, uma determinada cabeça. É ele que servirá de mediador para que haja uma solução, uma definição. Orixá da ventura, da compreensão, da amizade, do entendimento, do fim da confusão. Esse deus é o patrono da fecundidade e da procriação.
Seus filhos são calmos, mas capazes de liderar, bondosos e tolerantes. Em nenhuma circunstância modificam seus planos e seus projetos, mesmo a despeito das opiniões contrárias, racionais, que as alertam para as possíveis consequências desagradáveis dos seus atos. Tais pessoas, no entanto, sabem aceitar, sem reclamar, os resultados amargos daí decorrentes.
Dia: sexta-feira
Data: 15 de janeiro
Metal: prata, ouro branco, chumbo e níquel
Cor: branco leitoso

SAIBA MAIS SOBRE O ORIXÁ OXALÁ: [xango.sites.uol.com.br/orixas.html]
Postar um comentário