ESCRITORES

ESCRITORES

[Sargento Getúlio] - João Ubaldo Ribeiro

[Sargento Getúlio] e a critica à época da primeira edição:
["... na minha opinião, vai ficar como um marco na nossa literatura." "... Sargento Getúlio, foi dos melhores livros brasileiros que tenho lido nos últimos anos. É algo de novo. Não tem nada a ver com nenhum outro livro". Érico Veríssimo]
["Trata-se realmente de um romance excepcional. E  João Ubaldo Ribeiro será sem dúvida, se já não é, um dos melhores de nossa literatura." Fernando Sabino]
["... um dos aspectos que mais ressaltam no romance de João Ubaldo Ribeiro: ele consegue concentrar no seu protagonista o processo cultural de toda uma vasta região e suas consequências. O romance deixa de ser apenas uma história encantada para espelhar as significações mais profundas do depoimento e da pesquisa." Hélio Pólvora]
Com Sargento Getúlio, do baiano João Ubaldo Ribeiro, publicado em 1971 pela Nova Fronteira, e já traduzido para várias línguas, a ficção brasileira conquistou um novo sentido épico, em que o heroico e o picaresco se conciliam, e em que João Ubaldo vai às nossas origens mais legítimas, manipulando uma linguagem e uma técnica onde a característica maior é a transparência, a ironia fina, a espontaneidade.
Sargento Getúlio, é hoje um romance consagrado. Jorge Amado escreveu: "Agora temos em nossa frente um romance que exige os grandes adjetivos: um senhor romance. Um romance duro, dilacerante, por vezes terrível, de extrema humanidade. A figura do Sargento Getúlio se levanta com uma força de criação raras vezes alcançada no romance brasileiro." E na França, onde foi publicado pela Editora Gallimard, o mínimo que se escreveu foi: "Obra Espantosa, violenta, exacerbada, terra-a-terra, dolorosa, fantástica. Revelação, em suma, de um grande escritor."
Em Sargento Getúlio predominam a oralidade, as estruturas de linguagem arcaica encontráveis no Nordeste, barroca e lírica ao mesmo tempo, muito de memorialismo, um acurado senso de pesquisa, um diálogo constante com a tradição, que é a forma mais correta de encarnar o espírito da modernidade e revolucionar os modos de criação artística.

Saiba mais em:
- pt.wikipedia.org/wiki/Sargento_Get%C3%BAlio
- biblioteca.folha.com.br/1/29/trechos.html

Transposição da obra para o cinema:
Baseado no livro de João Ubaldo Ribeiro, em 1983, recebeu os prêmios de Melhor Filme, Melhor Ator [Lima Duarte] e Melhor Ator Coadjuvante [Orlando Vieira] no Festival de Gramado. Melhor Ator [Lima Duarte] no Festival de Cinema de Havana.
Assista ao filme:


Postar um comentário