ESCRITORES

ESCRITORES

Livros que amei - As leituras essenciais de Sérgio Sant'Anna

"A qualidade é sempre um ato de ruptura numa sociedade onde o medíocre rouba cada vez mais espaço"

O escritor Sérgio Sant'Anna, ícone do conto na literatura brasileira e leitor atento da ficção produzida hoje, esboçou um panorama pessoal da arte literária que está sendo criada por três autores e escolheu 234 minihistórias, de Dalton Trevisan; Formas Breves, de Ricardo Piglia; e Engenheiro do Tempo Perdido, entrevista de Pierre Cabanne com Marcel Duchamp, um dos mais importantes artistas do século XX. Paulo Venâncio Filho, critico , e Karl Erik, professor, ajudam a contextualizar as obras escolhidas.



Para saber mais sobre a vida e obra do escritor Sérgio Sant'Anna, acesse:
[rascunho.gazetadopovo.com.br/sergio-sant%E2%80%99anna]

[enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa16805/sergio-santanna]
Postar um comentário