ESCRITORES

ESCRITORES

La Fornarina - Sensualidade, malícia, harmonia e suavidade na arte de Rafael Sanzio

Artes Plásticas, Renascença, Renascença Italiana
Rafael Sanzio é considerado um dos maiores pintores renascentistas. A pintura à esquerda é especialmente importante em sua obra, dado o mistério que cerca a modelo. "La fornarina" significa "A padeirinha". Alguns dizem que o artista teria sido apaixonadíssimo pela moça, filha de um padeiro, mas que não pôde se casar com ela devido às diferenças de classe (ele pertencia a elite, ela não). Outros dizem que ela seria uma conhecida prostituta com quem ele se relacionava. Chega-se a cogitar um casamento secreto entre ambos, pois estudos da obra por raios x revelaram que os discípulos do pintor teriam recoberto um anel de compromisso que estaria representado em seu dedo. Ademais, o nome do autor está inscrito no bracelete que ela usa. De qualquer modo, temos um exemplo magnífico da pintura renascentista. A luz fantástica que incide sobre a figura da fornarina, a sensualidade do gesto, a malícia expectante de seu olhar e de seu sorriso, a harmonia de suas formas remetem a um padrão universal de Arte buscado pelo  Classicismo.
Por Clenir Bellezi de Oliveira na Revista Literatura sem segredos - Volume 2

Artista: Rafael Sanzio 
Dimensões: 85 cm x 60 cm
Localização: Galeria Nacional de Arte Antiga - Roma
Período: Alta Renascença
Criação: 1518–1520
Materiais: Madeira, Tinta a óleo
Para ver a obra em detalhes, acesse:[www.pinterest.pt/raffaello-e-la-fornarina]
Saiba mais sobre a vida e obra de Rafael:[pt.wikipedia.org/wiki/Rafael]



Postar um comentário