ESCRITORES

ESCRITORES

Carrancas do Rio São Francisco: Uma Visão Poética

Carranca - Rio São Francisco - Velho Chico
CARRANCA [dicionário Houaiss]: Rubrica: termo de marinha.
escultura com feições humanas ou animalescas, de corpo inteiro ou na forma de um busto ou cabeça, que ornamenta a dianteira de embarcações a vela, sob o gurupés, e que quase sempre evoca o nome da nau; cara de pau, figura de proa
Rubrica: termo de marinha. Regionalismo: Bahia. 
cabeça de madeira esculpida na proa de embarcações do rio São Francisco, representando animal feroz, supostamente para afastar maus espíritos; cabeça de proa

CONTINUE A LEITURA EM: Ótimas imagens e excelente texto sobre as [CARRANCAS DO SÃO FRANCISCO], Blog [CURIMÃ
VÍDEOS:

EXPOSIÇÃO DE CARRANCAS - [Carlos Drummond de Andrade]

As carrancas do rio São Francisco
largaram suas proas e vieram
para um banco da rua do Ouvidor.
O leão, o cavalo, o bicho estranho
deixam-se contemplar no rio seco,
entre cheques, recibos, duplicatas.
Já não defedem do caboclo-d'água
o barqueiro e seu barco. Porventura
vem proteger-nos de perigos outros
que não sabemos, ou contra assaltos
desfecham seus poderes ancestrais
o leão, o cavalo, o bicho estranho
postados no salão, longe das águas?
Interrogo, perscruto, sem resposta,
as rudes caras, os lenhados lenhos
que tanta coisa viram, navegando
no leito cor de barro. O velho Chico
fartou-se deles, já não crê nos mitos
que a figura de proa conjurava,
ou contra os mitos já não há defesa
nos mascarões zoomórficos enormes?
Quisera ouvi-los, muito contariam
de peixes e de homens, na difícil
aventura da vida de remeiros.
O rio, esse caminho de canções,
de esperança, de trocas, de naufrágios,
deixou nas carrancudas cataduras
um traço fluvial de nostalgia,
e vejo, pela rua do Ouvidor
singrando o asfalto, graves, silenciosos,
o leão, o cavalo, o bicho estranho...


Videomaker e Documentarista, André Fuly forma uma equipe e se embrenha no meio da caatinga no médio São Francisco entre as cidades de Juazeiro da Baiha e Petrolina em Pernambuco, para contar a arte e a história das "Carrancas" figuras de proa que povoam os barcos e as vidas dos ribeirinhos e beradeiros do Velho Chico.



Postar um comentário