ESCRITORES

ESCRITORES

Iemanjá - Orixás do Dique do Tororó - Salvador

Iemanjá
Por Célia Cerqueira, Iemanjá - Orixás do Dique do Tororó - Salvador
Esculturas de Tati Moreno

Representa Nossa Senhora da Conceição. Deusa dos mares e oceanos, sereia sagrada, Iemanjá é a Rainha das águas salgadas, controla as marés, a onda do mar, o maremoto, a praia em ressaca, a marola. Ela proporciona boa pesca nos mares regendo os seres aquáticos e provendo o alimento vindo de seu reino.
Considerada como mãe de todos Orixás, regente absoluta dos lares, protetora da família. Chamada também como a Deusa das Pérolas, Iemanjá é aquela que apara a cabeça dos bebês no momento do nascimento, é ela que vai reger nossos lares, por laços consanguíneos, ou não. Rege as reuniões de família, os aniversários, as festas de casamento, as comemorações que se fazem dentro da família. Iemanjá também atua organizando e dando sentido ao grupo, à comunidade ali reunida e transformando essa convivência num ato familiar; criando raízes e dependências; proporcionando o sentimento de irmão pra irmão em pessoas que há bem pouco tempo não se conheciam.
As filhas de Iemanjá são voluntariosas, fortes, rigorosas, protetoras, altivas e, algumas vezes, impetuosas e arrogantes; têm o sentido da hierarquia, fazem-se respeitar, são justas mas formais; põem à prova as amizades que lhes são devotadas, custam muito a perdoar uma ofensa e, se a perdoam, não a esquecem jamais. Preocupam-se com os outros, são maternais, tranquilas e sérias. Gostam do luxo, das fazendas azuis e vistosas, das jóias caras, mesmo se as possibilidades do cotidiano não lhes permitem um tal luxo.
Dia: sábado
Data: 2 de fevereiro
Metal: prata e prateados
Cor: branco azulado transparente
Postar um comentário