ESCRITORES

ESCRITORES

Glauber Rocha - Uma Nova Estética e Um Novo Cinema





Uma nova estética e um novo cinema. Com uma ideia na cabeça e uma câmera na mão, Glauber renovou o cinema nacional.
Glauber de Andrade Rocha foi um dos integrantes mais importantes do cinema novo, movimento iniciado no começo dos anos 1960. Com o princípio de "uma câmera na mão e uma ideia na cabeça", deu uma identidade nova ao cinema brasileiro.
Sempre controvertido, escreveu e pensou cinema. Queria uma arte engajada ao pensamento e pregava uma nova estética, uma revisão crítica da realidade. Era visto pela ditadura militar que se instalou no país, em 1964, como um elemento subversivo.
Em 1971, com a radicalização do regime, Glauber partiu para o exílio, de onde nunca retornou totalmente.

PARA SABER MAIS SOBRE A OBRA DE GLAUBER ROCHA E O CINEMA NOVO, ACESSE:
SITE TROPICÁLIA [O NOVO CINEMA DE GLAUBER ROCHA]

VÍDEOS ESPECIAIS:
Interpretação letra da música na [REVISTA LÍNGUA PORTUGUESA] e Caetano e Gil interpretando a canção [CINEMA NOVO]
- [Glauber Rocha, um gigante do cinema brasileiro]

[Terra emTranse]
[Deus e o Diabo na Terra do Sol]





Neste De Lá Pra Cá da TV Brasil: a vida e obra de Glauber Rocha, um dos inventores do Cinema Novo, dono de uma obra monumental, tanto pela qualidade e inovação, quanto pelas propostas revolucionárias que contém.
Para relembrar a vida e a obra do cineasta baiano, os entrevistados são: os diretores e cineastas Luiz Carlos Barreto, Zelito Viana e Silvio Tendler e também o jornalista Nelson Motta, que lançará em outubro a biografia: A Primavera do Dragão - A Juventude de Glauber Rocha.





Postar um comentário