ESCRITORES

ESCRITORES

A Prosa Poética de Inês Pedrosa

[Gosto do arrepio da tua língua na minha nuca, gosto que me digas quero mais quando creio já te ter dado tudo. Gosto das palavras obscenas que inventamos juntos, feitas de restos de barcos e impérios.]

A eternidade e o desejo, livro de grande força poética e sensualidade, em que a escritora portuguesa Inês Pedrosa tece uma história comovente sobre a busca do verdadeiro amor. Inês Pedrosa teve a ideia do romance durante uma viagem que fez ao Brasil em 2005. Nele, os personagens percorrem os mesmos lugares visitados no século XVII pelo jesuíta Padre Antônio Vieira.
Inês Pedrosa nasceu em Coimbra, é colunista do semanário Expresso, escritora de contos (Fica comigo esta noite), crônicas, ensaios biográficos e antologias, e publicou os romances A instrução dos amantes (1992), Nas tuas mãos (1997) e Fazes-me falta (2002).
A eternidade e o desejo (2008), seu primeiro livro ambientado no Brasil (Salvador), é o romance que confirma Inês Pedrosa como uma das autoras mais talentosas de sua geração, e chegou ao país justamente no ano em que se comemorou 400 anos do nascimento do padre Antônio Vieira.
Com uma narrativa suave, inteligente e simultaneamente profunda, que no desenrolar do enredo, capta a intemporalidade dos sentimentos humanos, Inês Pedrosa consegue fazer deste romance algo que é ao mesmo tempo história, lirismo, sensualidade e poesia.

[A tua cabeça rodou na direção do meu rosto, os teus olhos fecharam-se e a tua boca avançou para a minha, através de uma lenta rota de luz, risos e lágrimas. Quando os teus dentes morderam os meus lábios alguém gritou "Bravo!" como na ópera e eu soube que nunca uma rapariga havia sido assim amada.]

Nas tuas mãos, romance sobre as idades do amor eterno, vencedor do Prêmio Máxima de Literatura em Portugal, três mulheres - Jenny, a avó; Camila, a mãe; Natália, a filha - falam-nos dessa prodigiosa invenção do século XX: a intimidade.
Entre o diário da primeira, o álbum de fotografias da segunda, e as cartas da terceira, revelam-se sucessivos rostos da paixão numa sociedade em mudança.
A autora, com uma ficção cuidadosamente elaborada, uma escrita eficiente capaz de comover o leitor, convida-nos a imaginar o Portugal das últimas décadas medido e analisado pelas variáveis emoções de suas três protagonistas.

A eternidade e o desejo-[EDITORA OBJETIVA/ALFAGUARA], Nas tuas mãos-[EDITORA PLANETA]

SAIBA MAIS SOBRE A ESCRITORA EM: [VÍDEO-1], [VÍDEO-2], [VÍDEO-3]
Postar um comentário