ESCRITORES

ESCRITORES

Um Coco Sensacional!!! - Lenine, Selma do Coco e Ninha

 [Som Brasil - Jackson do Pandeiro]

O mestre do ritmo, Jackson do Pandeiro, foi o homenageado na edição da festa de São João (24/06), do Som Brasil. Paraibano de Alagoa Grande, nascido em 1919, filho de uma catadora de coco, ganhou da mãe seu primeiro instrumento, o pandeiro. Quando veio pro Rio tentar a carreira, adotou o nome de Jack, em homenagem a um dos seus ídolos do cinema Jack Perry, ator de filmes de faroeste. Um programador de rádio, sugeriu usar o nome "Jackson", porque teria mais força, assim nasceu seu nome artístico: Jackson do Pandeiro.
Considerado pela crítica com o um dos maiores ritmistas, Jackson com sua capacidade de improvisar em cima das melodias, criou um estilo todo próprio com base nos ritmos nordestinos. Baião, Coco, Xote tudo com levada jazzística, chegando a influenciar o mestre da bossa nova João Gilberto. Foi ao lado de Luiz Gonzaga, o grande responsável pela descoberta da música nordestina pelo grandes nomes da música brasileira. Faleceu em 1982, deixando 30 discos gravados, muitas composições de sua autoria como "Cantiga de Sapo", "Cupadre João" e "Xote de Copacabana", além de por sua marca em outros sucessos como "Forró do Limoeiro", "Dezessete na Corrente" e "Ele Disse".
É esse artista notável, que ganha justa homenagem no programa "Som Brasil". Nomes como Lenine, Otto e a Banda Cascabulho emprestam sua voz e sua arte para entoar alguns dos seus grandes sucessos. No roteiro as clássicas "Chiclete com Banana", "Sebastiana" e "O Canto da Ema", entre outras.
Estas músicas fazem parte do melhor acervo do Forró tradicional que representa a verdadeira cultura do povo nordestino.
Forró autêntico não precisa de apelação. Lute pela preservação da cultura brasileira de qualidade.
Postar um comentário