ESCRITORES

ESCRITORES

Glauber Rocha discorre sobre seu filme-poema - A idade da terra


[No final da entrevista ele diz sobre os críticos "então eles fundiram a cuca e a coisa..." quer dizer: Glauber continua fundindo a cuca, principalmente de quem não a tem. Resultado: Salve Glauber e sua inteligência brilhante, tropicalista, internacional, atemporal. Ele foi um desses gênios que aqui nasceu para mostrar que o Brasil - sempre sufocado pelas mediocridades -, é uma potência universal em cultura e criatividade, um país, sabia ele, maior que os maiores, mas não por superioridade arrogante de maníacos recalcados, mas sim por exuberância, inclusive da alma. Um dia este país vai cumprir seu destino e todos talvez entenderão Glauber e outros que sabem que aqui está o novo e não o neo. Haja paciência de esperar....]
Por Tom Sax no YouTube




[O filme mostra um Cristo-Pescador, o Cristo interpretado pelo Jece Valadão; um Cristo-Negro, interpretado por Antônio Pitanga; mostra o Cristo que é o conquistador português, Dom Sebastião, interpretado por Tarcísio Meira; e mostra o Cristo Guerreiro-Ogum de Lampião, interpretado pelo Geraldo Del Rey. Quer dizer, os quatro Cavaleiros do Apocalipse que ressuscitam o Cristo no Terceiro Mundo, recontando o mito através dos quatro Evangelistas: Mateus, Marcos, Lucas e João, cuja identidade é revelada no filme quase como se fosse um Terceiro Testamento. E o filme assume um tom profético, realmente bíblico e religioso.]
Por Wellington Belarmino Ferreira no YouTube

A Idade da Terra - Glauber Rocha - Original Trailer



Link para assistir ao filme completo:
[www.youtube.com/watch?v=WAmJR3Km__A]
Postar um comentário