ESCRITORES

ESCRITORES

O experimentalismo na literatura pop surrealista de Veronica Stigger




[...] A escritora Veronica Stigger fez doutorado em Teoria e Crítica de Arte pela Universidade de São Paulo. Detesta os limites que o mercado editorial impõe. Gosta de testar os limites do texto para além do formato livro, como fez em Minha novela, publicado em vídeo no [YouTube].
"Gosto de ver literatura nas artes plásticas e o caminho inverso, a inserção da imagem na palavra. Vejo muito menos as artes plásticas dentro da literatura."
Dos três livros que publicou pela Cosac Naify, o mais recente é seu primeiro romance, Opisanie Swiata [2013], vencedor da última edição do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria de "autor estreante acima de 40 anos".
Todos os três livros são fruto de alta elaboração. Grand cabaret demenzial [2007] foi pensado como espetáculo. Os anões [2010] traz textos curtíssimos numa espécie de caixinha de música. A experimentação, a fusão do popular com a tradição erudita da literatura, cria uma tensão que, para Veronica Stigger, pode ser um dos grandes alimentos da ficção contemporânea.[...]

Conheça mais sobre a obra de Veronica Stigger, acessando:
[revistalingua.com.br/textos/113/a-riqueza-pop-da-experimentacao]

Para ler os contos "Janice e o umbigo" e "Maria Aparecida Boca-Suja", acesse:
[Veronica Stigger - O trágico e outras comédias]

Postar um comentário