ESCRITORES

ESCRITORES

A instigante trajetória do compositor maldito Sérgio Sampaio


"Eternizando Sérgio Sampaio: Um relato biográfico intenso, cheio de curiosidades saborosas. Rodrigo Moreira apresenta um documento precioso para a memória artística.

Sérgio Sampaio é um daqueles ícones da música brasileira situados no abismo entre a loucura e a genialidade, com desaparecimento precoce".



"No livro Eu quero é botar meu bloco na rua! [Editora Muiraquitã], Rodrigo Moreira debruça-se em uma narrativa detalhada da intrigante trajetória do compositor.
O título é inspirado no nome da canção que levou o capixaba Sérgio Sampaio a vender 500 mil cópias de um compacto em 1972 – seu único êxito fonográfico. Sampaio gravou somente três LPs em 23 anos de carreira e teve canções gravadas por Maria Bethânia, Zizi Possi, Erasmo Carlos e Luiz Melodia, entre outros.
[...]
Rodrigo Moreira, em linguagem despretensiosa, apresenta um documento precioso para a memória artística. Na condição de escritor estreante e fã assumido de Sampaio, o autor só desliza em alguns relatos apaixonados demais. Mas o que importa é a contribuição do livro para eternizar a obra de Sampaio – coisa que o mercado fonográfico não fez".
Por Ramiro Zwetsch, em:




Para saber mais sobre a vida e obra de Sérgio Sampaio, acesse:
[sergiobenditosampaio.blogspot.com.br]

Postar um comentário