ESCRITORES

ESCRITORES

Viagens de Walter - A Prosa Poética de Katherine Funke


Nunca li tanta poesia – e sei a causa. É porque estou escrevendo um romance. Queria fazer um romance tão conciso, perfeito e belo quanto uma poesia. Ou uma canção; pois também nunca ouvi música com tanta atenção às letras.
Para compor Viagens de Walter tenho buscado inspiração lírica, muitas vezes dolorosa. Outras tantas, de um êxtase estético que me deixa por dias ainda chegando no ou voltando do outro plano para o qual as palavras me levaram.
Tenho cá comigo que preciso parar com esse vício. Talvez tomar um banho no mar gelado aqui do Sul da Ilha de Florianópolis e depois deixar o vento secar as gotas até que, descansada, possa inaugurar uma sensação só minha novamente.
Sei disso, mas cada dia desço pra dentro mais e mais poesia (ao menos não pego um resfriado!). Frito meus miolos, fervo minha alma, faço outro café ou bebo outra taça de vinho e abro as páginas já escritas por outros como se elas pudessem me oferecer um certo alento.
A verdade é que fujo verdade, que é esta e apenas esta: apenas as palavras cometidas por mim mesma, neste momento, são capazes de me acalmar a ponto de ficar satisfeita com a arte da literatura. As outras me instigam, me desafiam, mas as minhas são a prova concreta das minhas vertigens. Das minhas viagens… (ou de Walter, meu personagem…)
Texto da autora em seu blog [historiasdakatherine.wordpress.com]

Postar um comentário