ESCRITORES

ESCRITORES

O amante alemão - Narrativa instigadora de Lélia Almeida

[…] Este romance que o leitor agora tem em mãos, é bom que se avise, veio para inquietar, para instigar, para causar estranhamento. Poderia ser, nunca devemos ignorá-lo, uma das funções da arte [se a ela se devesse atribuir alguma outra função que não apenas a de nos proporcionar enlevo]. Afinal, o que seria da humanidade se, de tempos em tempos, um artista […] não soubesse dizer algo que ultrapasse uma certa mesmice morna, que, de tal sorte, não aquece nem mentes, nem corações. Eis um livro para ser lido e prontamente relido. Relido, já nos revelará novos prismas de seus personagens, do mundo a que alude, numa inquietude salutar. Logo adiante, terá reservado seu espaço, com simplicidade e com autoridade, como uma obra de ruptura, em todo e qualquer manual que aponte para leituras indispensáveis.
Para saber mais sobre a obra e a autora, acesse:

Em sua coluna videografada, no site da revista TOP Magazine, a filósofa e escritora Marcia Tiburi recomenda a leitura de "O amante alemão", de Lélia Almeida. 



Postar um comentário