ESCRITORES

ESCRITORES

Com liberdade narrativa e linguagem jornalística, Laurentino Gomes conta a história do Brasil nos livros "1808", "1822" e "1889"

Utilizando-se de uma liberdade narrativa sem precedentes no jornalismo brasileiro, o paranaense de Maringá e seis vezes ganhador do Prêmio Jabuti de Literatura, Laurentino Gomes escreveu os livros "1808", sobre a fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro; "1822", sobre a Independência do Brasil; "1889", sobre a Proclamação da República; e “O caminho do peregrino” (em coautoria com Osmar Ludovico). O livro "1808" também foi eleito o Melhor Ensaio de 2008 pela Academia Brasileira de Letras e publicado em inglês nos Estados Unidos. Ao todo, suas obras já venderam mais de 2 milhões de exemplares no Brasil, em Portugal e nos Estados Unidos. Graças à repercussão dos seus livros, o autor já foi eleito duas vezes pela revista Época como um dos cem brasileiros mais influentes do ano. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná, tem pós-graduação em Administração na Universidade de São Paulo. É membro titular da Academia Paranaense de Letras.

Uma entrevista com Laurentino Gomes, autor dos livros "1808", sobre a fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro, e "1822", que relata como o Brasil acabou dando certo por uma notável combinação de sorte, improvisação, acasos.




Excelente entrevista concedida pelo autor do best-seller de não ficção mais bem sucedido do Brasil (1889), o jornalista e escritor Laurentino Gomes, ao âncora do Globo News Literatura, o jornalista Edney Silvestre.

Postar um comentário